Pesquisar este blog

24 de março de 2008

Rio vai ganhar um novo clube de Jazz

Cesar Maia anuncia pólo cultural no Centro do Rio

O prefeito Cesar Maia, anunciou nesta segunda-feira que a empresa Tom Brasil apresentou a melhor proposta para transformar a sede do antigo Automóvel Clube do Brasil, no Centro da cidade, em novo espaço cultural.

Serão aplicados R$ 28 milhões no espaço - Pólo Carioca da Música - Vivo Jazz Rio - que vai ganhar um clube de jazz, biblioteca virtual, bar com ambientes de época, e um espaço de memória. Esta semana serão concluídos os detalhes do contrato.

Segundo o prefeito a proposta da Tom Brasil foi escolhida por uma Comissão designada por decreto para definir entre as propostas apresentadas aquela que melhor viabilizasse a ocupação do prédio do "Automóvel Clube".

A comissão foi coordenada pelo prefeito e teve a participação dos secretários de cultura, urbanismo (subsecretária), patrimônio, fazenda, procurador e controlador, gerais, escolheu entre as propostas aquela que ao mesmo tempo produzisse a melhor sinergia com o Centro do Rio e que tivesse viabilidade garantida.

Essa ocupação do espaço, segundo o prefeito, completa a revitalização de toda a região, da Lapa ao MAM, passando pela Cinelândia.

O espaço reforçará a vocação do local como Pólo Carioca da Música: a Cinelândia com o Teatro Municipal e o Rival, a Lapa com a Escola de Música, a Cecília Meirelles, o Museu de Imagem e do Som, agora Vivo-Jazz Rio e todo o resto: Circo voador, Fundição Progresso e todos os bares e locais de musica popular brasileira. Indo até o Vivo-Rio ao lado do MAM.

Fonte: Correio do Brasil

COMENTE ESTA NOTÍCIA

Orkut My Space Flickr MSN Farofa Moderna Okazi
Share on :

5 comentários/comente ...:

Luis Barcelos disse...

Muito bonito Sr. César Maia...R$28.000.000,00 (é zero prá caramba) para um Clube de JAZZ ?????????????????????????????????????????????????????????????????
Nada contra o jazz, que é umas das mais ricas manifestações artisticas do mundo. Mas porque não gastar essa grana com algo nosso, brasileiro. Quem vê essa cidade abençoada atirada como está tem de refletir sobre isso...não dá prá entender porque nossos governantes se negam a fazer o bem que podiam fazer para nossa (deles mesmos) cultura.

Espero que mais pessoas comentem.

Luis Barcelos

Homem Verde disse...

Cara, linkei o Jazz Man! em um post sobre como baixar arquivos na internet, em meu blog: http://ummundoverde.wordpress.com/
Parabéns pelo seu blog cara... importantíssimo para fomentar a livre distribuição de músicas na internet, além de ter um excelente gosto musical.

JazzMan! disse...

Luis, muito interessante o seu comentário. Quando eu coloquei essa matéria no post, fiz por ser algo relacionado com Jazz. Nem por isso, eu concordo com a política do César Maia. Eu sou carioca, cidadão do Méier, Zona Norte. Aqui o governo não chega. O Méier que já foi um grande centro cultural da cidade, hoje se encontra abandonado, com uma vida cultural inexistente. Penso que não importa se for Jazz ou MPB, pois cultura é cultura. O Jazz não é brasileiro, mas faz parte da nossa linguagem, assim como o rock, reggae e outros gêneros musicais. O que nós devemos cobrar é que o investimento chegue a todos, não privilegiando apenas uma camada social. Eu tenho condições de frequentar um clube de Jazz, mas não me sinto satisfeito, pois seu que é restrito. Infelizmente, dentro da política elitista do César, isso tudo que eu falei não passa de um sonho.

Luis Barcelos disse...

Desculpe se me exaltei um pouco no comentário. Eu concordo com o que vc falou, que cultura é cultura. Agora eu acho que eu um compromisso do governo dar prioridade a cultura local, não é ?
Infelizmente a maior parte da população brasileira (os jovens então nem se fale) hoje não sabe que foi Noel Rosa, Wilson Batista, Luiz Gonzaga...imagine Radamés Gnattali, Luperce Miranda, Garoto...
Eu adoro jazz (inclusive baixo muitos discos do blog) mas graças a Deus eu ouço outros gêneros com consciência da história da nossa música, seus "criadores", etc...
É só isso que eu acho que não deve se perder...isso não é ser conservador.

Valeu pelo espaço!
Grande Abraço

Tiago Toxa disse...

Apesar de todos os pesares já citados, deu até vontade de mudar para o Rio ao ler essa matéria!rsrsr

 
© Copyright JazzMan! 2011 - Some rights reserved | Powered by Blogger.com.
Template Design by Herdiansyah Hamzah | Published by Borneo Templates and Theme4all