Pesquisar este blog

21 de maio de 2008

Podcast nº 9 - Novos Músicos do Brasil













O grupo Água Viva se formou em 2006 quando seus integrantes estudavam com o compositor e arranjador Itiberê Zwarg, no Rio de Janeiro. Entre releituras e composições próprias, o grupo procura agregar variadas características rítmicas e harmônicas aos seus arranjos, tendo como mais forte referência a música brasileira. A voz tem um papel versátil, sendo utilizada tanto em canções quanto junto ao sax como mais um instrumento. Entre suas influências estão Hermeto Pascoal, Dorival Caymmi, Tom Jobim, Edu Lobo, Piazzolla, Egberto Gismonti, Nino Rota e Milton Nascimento. Recentemente o grupo Água Viva ganhou o Festival Tápias em Rio de Janeiro

João Bittencourt - piano e sanfona
Yuri Villar - sax soprano, tenor e alto
Felipe Cotta - bateria e percussão
Mayo Pamplona - baixo elétrico e acústico
Marcela Velon - voz
Aline Gonçalves - Flauta, flauta baixo, flautim, clarineta, clarone, piano e voz


Grupo Acuri

Grupo de música instrumental formado por jovens músicos do Rio de Janeiro, que busca através de arranjos e composições originais retratar a riqueza das formas musicais brasileiras, filtradas por uma visão contemporânea e sem fronteiras estilísticas, se inspirando nas mais diversas linguagens para criar o seu som. Tendo como referência principal Hermeto Pascoal e seu Grupo, o Acuri possui uma formação versátil, capaz de criar uma vasta gama de texturas sonoras, resultando em grande variedade de cores e estilos em suas composições. Em novembro de 2005, venceu o Concurso de Bandas Speedy Experience - Trama Virtual, ficando em 1o lugar após disputa entre mais de 3.000 inscritos.

Ricardo Sá Reston – baixo
Cacá Guifer - flauta, sax soprano e tenor
Davi Mello – guitarra, violão e cavaquinho
Roberto Salgado – bateria, percussão e cavaquinho
Pedro Carneiro – teclado

Felipe José


Natural de Matosinhos, Minas Gerais, Felipe José é multi-instrumentista, compositor e arranjador. Teve como grande mestre o contrabaixista e maestro Itiberê Zwarg. Felipe toca trompete, violoncello, flauta, cavaquinho e percussão. Considerado um dos grandes e novos talentos de Minas Gerais, Felipe foi finalista na 8ª edição do BDMG-Instrumental, ganhando na categoria de Melhor Arranjo.



Trio Curupira

O Trio Curupira é formado por jovens músicos e compositores do estado de São Paulo - André Marques, Cleber Almeida e Fábio Gouvêa - que vêm exibindo para platéias do Brasil e do exterior um dos trabalhos mais criativos do gênero instrumental. Destaque no Rock In Rio - Lisboa/2004, o grupo foi ainda um dos finalistas no Prêmio Visa Instrumental no mesmo ano. O Curupira nasceu, em meados de 1996, de um feliz encontro de ideais e afinidades de seus integrantes: a Música Universal pregada pelo mestre Hermeto Pascoal

André Marques - piano, teclados, escaleta, flautas, rabeca, percussão / Fábio Gouvêa - baixo, guitarra, violão, flautas, percussão / Cleber Almeida - bateria,
escaleta, violão, cavaco, gaita, percussão


Nicolas Krassik

De formação erudita e Jazzística, o violinista francês Nicolas Krassik, 37 anos, radicado no Brasil, descobriu a música brasileira em eventos realizados em Paris.
Chegando ao Rio de Janeiro, em setembro de 2001, teve imediato contato com o Samba, o Choro e o Forró.
A sua forte e natural identificação com a cultura brasileira fez com que Nicolas decidisse ficar no Brasil.

Sua atuação no cenário musical carioca logo resultou em diversos convites de artistas consagrados como Yamandú Costa, Beth Carvalho e Marisa Monte.
Desde então, ele já tocou com Marco Pereira, Paulo Sérgio Santos, Henrique Cazes, Zé Carlos Bigorna, Chico Chagas, Carlos Malta, Hamilton de Holanda, Maria Teresa Madeira, Zé da Velha, Silvério Pontes, entre outros.


Download - Ouvir este Podcast (clique no link para ouvir em seu player padrão. Para baixar e salvar em seu computador clique direito e depois clique em Savar Destino Como)


Para saber mais sobre a programação do Podcast é só acessar:

Blog Farofa Moderna

Podcast Farofa Moderna

Boa Audição!

Share on :

4 comentários/comente ...:

Anônimo disse...

ual cara que belezura isso aí

eu mesmo não conhecia esses grupos


tem até um forrozinho bão aí


valeu vagne pitta




Crispin Gardona

Jorge disse...

muito bom, onde eu posso baixar discos desses caras? eu sempre costumo dizer que tem muito grupo bom aí nas escondidas, independentes e tal

Anônimo disse...

da hora...daí eu só conhecia o curupira

Vagner Pitta disse...

.


Jorge, esses artistas e grupos são novos no cenário da música instrumental no Brasil. Daí só Nicolas Krassik e o Curupira tem dois discos gravados...os outros músicos são ganhadores de festivais e concursos, fazem bastante shows por aí a fora e tal...


vale a pena conhecer...clique em cima dos nomes pra visitar o myspace dos caras!


falow

 
© Copyright JazzMan! 2011 - Some rights reserved | Powered by Blogger.com.
Template Design by Herdiansyah Hamzah | Published by Borneo Templates and Theme4all