Pesquisar este blog

25 de junho de 2008

Duo Levy-Levi no CCJF - RJ



O Duo Levy-Levi, formado por Deborah Levy (piano e teclados) e Levi Chaves (sax, flauta, clarineta) apresenta no show “O eterno e o novo” releituras de obras dos grandes mestres da música brasileira, como Moacir Santos, Radamés Gnattali, Tom Jobim, Villa-Lobos, entre outros, como também composições próprias originais, num show dinâmico, com sotaque essencialmente brasileiro.

O Duo se apresentará no Centro Cultural da Justiça Federal (CCJF), no dia 03 de julho em duas sessões: às 12:30 e às 18:30h. O CCJF fica na Av. Rio Branco 241, térreo, Cinelândia.

Deborah Levy é pianista, tecladista e compositora. Bacharel em MPB-arranjo, pela UNIRIO, e tecladista da banda Celebrare desde 1994. Atuou como tecladista em vários segmentos da música popular e do teatro musical: ao lado de Caíque Ferreira, Amir Haddad, Roney Villela, Diogo Villela, entre outros. Foi integrante da equipe que fez a digitalização do acervo de música da Biblioteca Nacional e pianista do Quinteto Linha 176, grupo de jazz lançado em 1994, onde já apresentava composições próprias.

Levi Chaves é multiinstrumentista de sopros desde a tenra infância, o que fez dele um músico de grande versatilidade, sendo requisitado tanto no segmento popular quanto erudito. Tem sua participação em grupos como Farofa Carioca, Banda Vitória Régia, Onze Cabeças, Orquestra Tabajara, Mestre Antônio Adolfo, entre outros. No Teatro musical, em grandes produções, ao lado de nomes como: Bibi Ferreira, Marília Pêra, Diogo Villela, Cláudio Botelho e Charles Möeller, entre outros. Atua como músico convidado de grandes orquestras como OSB, Orquestra Petrobrás Sinfônica e OSN, ao lado dos grandes maestros como Isaac Karabitchevsky, Henrique Morelembaum, entre outros. Atualmente, é também clarinetista do musical “A noviça rebelde” e do Sexteto Brasileiro de Jazz 193, da Banda do Corpo de Bombeiros.

O Duo Levy-Levi, além de ser uma dupla de músicos, é também um casal na vida real com todas as suas coincidências, a começar pelo nome. Na história antiga, o nome Levi significa juntar, unir, e a tribo dos levitas eram responsáveis pelo louvor através da música.

O Duo se apresentará acompanhado de Emerson Mardhine no baixo e Tonho Costa na bateria, e conta ainda com a Direção Geral de Ricardo Pavão, Sonorização de José Anselmo “Paulista”, e Iluminação de Aurélio de Simoni.

Repertório do show:
1 - Duo - Deborah Levy - Lua e Sol as cinco e meia - tenor
2 - Duo - Deborah Levy - Um choro para Clara - clarineta
3 - Duo - Deborah Levy - Chorando com Nazareth e Mariano - clarineta
4 - Duo - Moacir Santos - Nanã - alto
5 - Trio - Radamés Gnattali - Valsa Triste - alto
6 - Quarteto - Villa-lobos - Melodia sentimental - soprano
7 - Quarteto - Deborah Levy - Maracatú do Rio - soprano
8 - Quarteto - Hermeto Paschoal - Bebê - flauta
9 - Quarteto - Tom Jobim - Pato Preto - flauta
10 - Quarteto - Levi Chaves - Misterioso
11- Trio - Deborah Levy - Samba lá de Minas - tenor
12 - Quarteto - Medley Noel Rosa - clarineta
13 - Quarteto - Ary Barroso - Na Baixa do Sapateiro - soprano

http://www.myspace.com/duolevylevi

Link QuebradoLink Quebrado? Link Sem FotoPost Sem Foto?


Share on :

0 comentários/comente ...:

 
© Copyright JazzMan! 2011 - Some rights reserved | Powered by Blogger.com.
Template Design by Herdiansyah Hamzah | Published by Borneo Templates and Theme4all